Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BIOCRÓNICAS

CRIAR BIOGRAFIAS OU CRÓNICAS ROMANCEADAS DE PESSOAS OU EMPRESAS

BIOCRÓNICAS

CRIAR BIOGRAFIAS OU CRÓNICAS ROMANCEADAS DE PESSOAS OU EMPRESAS

12
Jan23

SOU!... SENDO!...

romanesco

Costa por de sol.jpg

por de sol na Caparica
foto jrg
*
SOU SENDO
*
sou um ser anónimo com rosto que não conta
sou números que entram na estatística
servi a dita pátria com desperdício de monta
enriqueci algozes alimentei da fé a mística
*
escrevi palavras em pedras de gelo da memória
tive pai mãe tenho esposa filhos e netos
sou um tal cujo nome não consta na história
mas não reneguei do humano os afetos
*
desde sempre a liberdade que é da alma inerente
não a liberdade do ter do parecer a limitada
tudo o que fiz aonde fui ou sei a sul e a norte fui aderente
escolhi passos locais e os momentos parti sempre do nada
*
resolvi o mistério que é saber quem sabe e manda
sondei o homem nas suas profundezas
e vi que é tudo circunstante hoje é assim amanhã desvenda
tomei a via do ser antigo que sendo assume suas tristezas
*
é isso que eu sou ou quero ser um nada que é sendo
a regurgitar memórias do meu inconsciente
à deriva sem rumo nem certezas vou-me acontecendo
sou da terra e do mar uma mera semente
*
estou cansado desta vida sem sentido intermitente
assolado por pessoas como chacais
a mesquinhez a ganância a soberba é tão indecente
de que a intriga o ódio a maldade são sinais
*
semeei a Paz o Amor a Humanidade em terra infértil
reguei com afetos sorrisos e emoções
colhi frutos e sementes cujo travo dum doce subtil
me alegra a vida cheia doutros corações
jrg
27
Abr22

NÓS TERRÁQUEOS...

romanesco
NÓS TERRÁQUEOS
***
nós
o povo dos povos do mundo inteiro
repudiamos a divisão do mundo
em lotes aguerridos de nacionalismo
*
nós
a humanidade dum tempo derradeiro
repudiamos o dinheiro imundo
a usura a corrupção e o religiosismo
***
nós
que amamos paz amor humanidade
repudiamos toda violência
a cultura do medo e do racismo
*
nós
amamos uma sociedade justa em liberdade
que partilha a sua consciência
solidária com os valores do humanismo
***
nós
que nascemos do ventre de uma Mulher
queremos que ela seja parte
da organização universal da vida colectiva
*
nós
exigimos o respeito pela dignidade do Ser
que cria a vida humana com sua arte
e nela se funde pelo instinto e perspectiva
***
nós
que amamos a natureza e seus viventes
queremos o desarmamento
geral e global com o fim do fabrico bélico
*
nós
que ansiamos ser felizes sãos e sorridentes
confiando uns nos outros cada momento
sem que alguém possa usar seu poder tétrico
***
nós
que abominamos a inveja a usura e a ganância
exigimos o fim dos sistemas financeiros
e das economias corruptas dos mercados usurários
*
nós
que da humanidade queremos ser a militância
queremos ser na vida companheiros
e partilhar o mundo sem divisões nem horários
***
nós
que vimos saltar da cama uma mulher nova
disposta a partilhar sabedoria
numa organização justa sem atalhos contaminados
*
saudamos a fonte da vida que se renova
que sendo a criadora todavia
tem sido menosprezada pelos iluminados
***
nós
queremos que cesse a exploração irracional
queremos que cessem todas as guerras
queremos que cesse a destruição do planeta
*
nós
exortamos a Humanidade à disseminação da Paz universal
a Amar a vida porque não há mais Terras
a parar a competição pela mais valia da ganância obsoleta
***
nós
consideramos que o fim do sistema financeiro
ditará o fim do tráfico de drogas
e ditará o fim do fabrico de armas e da corrupção
*
nós
ansiamos por um mundo de pessoas livres de dinheiro
de pessoas felizes com vidas longas
de pessoas que partilham a vida com o coração
***
jrg
 
 
 
 
imagens públicas tiradas da net
 
21
Mar22

PARABÉNS POESIA - DIA MUNDIAL DA POESIA

romanesco

 

 

DIA MUNDIAL DA POESIA
*
apetece-me celebrar a poesia
em cada poema que leio
de poetisas e poetas meus Amigos
as palavras tocam-se na elegia
os versos unem-se na fornalha dum anseio
de rimas líricas e sonetos antigos
*
apetece-me celebrar a poesia
em cada poema que leio
de poetisas e poetas meus Amigos
as palavras tocam-se na elegia
os versos unem-se na fornalha dum anseio
de rimas líricas e sonetos antigos
*
apetece-me celebrar a poesia
que torna a vida adocicada
que deslumbra se pinta a vida de mil cores
ou se eleva sob a nudez da fantasia
que sublima em doce encanto a natura amada
na celebração do belo e seus amores
*
apetece-me celebrar a poesia
as rimas as musas as poetisas e os poetas
a lírica a farsa a comédia o soneto
o madrigal a ode a écloga a epopeia a elegia
o sarcasmo o protesto e os profetas
que dão força às palavras contidas no alfabeto
*
jrg
Pode ser uma imagem de ave e natureza
01
Mar22

PAZ!!!... AMOR!!!...HUMANIDADE!!!...

romanesco

PAZ!!!... AMOR!!!...HUMANIDADE!!!...

PAZ!!!... AMOR!!!...HUMANIDADE!!!...
*
OS POVOS DO MUNDO DEVEM IMPOR UM DESARMAMENTO GERAL, TOTAL E GLOBAL!!!...
*
UMA SÓ PÁTRIA...A MÁTRIA!!!...
*
UMA SÓ LÍNGUA, FALADA E ESCRITA!!!...
*
O FIM DO DINHEIRO COMO MOEDA DE TROCA E QUE GERA A ESPECULAÇÃO, A CORRUPÇÃO E A GANÂNCIA!!!...
*
UMA SÓ DIGNIDADE PARA TODOS OS HUMANOS!!!...
*
EM SUBSTITUIÇÃO DA ECONOMIA DE MERCADO É PRECISO IMPLANTAR A ECONOMIA SOCIAL E COOPERATIVA!!!...
jrg
Pode ser uma imagem de céu e texto
26
Jan22

SERÁ QUE - rui rio - SE LEMBRA???...

romanesco
SERÁ QUE RUI RIO SE LEMBRA?...
*
da minha Amiga Mar Velez partilho esta indignação e revolta
*
Mãos contra a parede na es.col.a da fontinha
1-Todos aqueles que me conhecem sabem que dificilmente me levanto da cama antes do meio dia. Sou o tipo de pessoa que desliga os telemóveis antes de ir para a cama . Estas pessoas que transformaram a escola da Fontinha num lugar bonito, grátis, educativo e criativo, que puseram janelas onde havia buracos,livros onde havia salas com seringas, tintas e colchões de yoga onde havia lixo, não são meus amigos íntimos.
São a razão de eu me ter levantado hoje de madrugada. São mais do que apenas pessoas, são uma ideia e ideias merecem ser apoiadas e são definitivamente á prova de despejo.
2-Houve um livro que me veio á cabeça muitas vezes hoje : "um psiquiatra no campo de concentração do Victor Frankle". O primeiro capítulo termina com a frase "os melhores não sobreviveram". Creio que esta é a época de alterarmos isso. Tenho que acreditar nisso. Basta olhar para os olhos dos políticos em todas as bancadas e ver o que lhes falta de genuíno, puro, verdadeiro. Coisas que se encontram nos olhos desta gente da es.cola. e em tantos outros olhos tão longe da política.
3-Por esta hora já todas as pessoas saberão que fomos arrastados, revistados e tratados como terroristas.O único momento em que as minhas pernas tremeram de raiva e indignação foi aquele em que nos mandaram virar para a parede pôr as mãos ao alto, também contra a parede e pernas afastadas. Estávamos ali em fila umas 12 pessoas no máximo e uns 100 polícias nas nossas costas. compreendo que nos arrastem e nos revistem, mas estar ali de costas para eles lembrou-me tantas coisas más, tantas coisas cobardes de tantas guerras .
4-Eles têm medo, muito medo desta gente que se não identifica com partidos, cujos olhos têm sonho e determinação, desta gente que resiste, desta gente que dá aulas grátis, que dá comida grátis, desta gente sem medo. Eles têm medo desta ideia de que a vida pode mesmo ser grátis. Não convém que o resto da população saiba . Tanto medo que aparentemente depois de nos deterem a todos, as ordens foram para cerrar o mastro da bandeira pirata da es.colinh.a. Depois atiraram tudo pela janela destruíram os livros, as bicicletas, os computadores. Houve apenas uma pessoa a fazê-lo, o rui rio. recuso-me a escrever o nome deste pequeno homem cobardesinhos com letras grandes.
5-Esta boa gente de que falo, esses que têm um olhar manso e de boa gente também estavam na policia que nos deteve e estão nos exércitos, estão por todo o lado. Que pena que tive dessa gente boa a ser obrigada a cumprir ordens cobardes. Desculpem-me, não tenho o hábito de odiar e tento não classificar por categorias. É tão absurdo dizermos "eu não gosto de policias" como dizermos "eu não gosto de chineses ou alemães". Fica a minha esperança que esses poucos bons que estão na policia suplantem os tantos descaradamente maus, agressivos, descontrolados e cobardes que por aí adam a fingir que nos protegem, e um dia, se juntem a nós.
6- To be continued...
Pode ser uma imagem de ao ar livre
 
 
 
 
 
19
Jan22

OS VAMPIROS EM PORTUGAL E NO MUNDO -SOPRAM VENTOS DE GUERRA!!!...

romanesco

 

OS VAMPIROS EM PORTUGAL E NO MUNDO
SOPRAM VENTOS DE GUERRA...
VOTEM PELA PAZ! PELO AMOR!...PELA HUMANIDADE!...
*
PELO HUMANISMO...
*
que ninguém se engane...
que ninguém lhes abra as portas à chegada...
porque eles estão raivosos e sedentos do nosso sangue...
porque "eles comem tudo...eles comem tudo... e não deixam nada!!!"
jrg

 

14
Nov21

TRAGÉDIA HUMANITÁRIA

romanesco
 

tragédia humanitaria 0.jpg

fotos públicas tiradas da net

tragédia humanitaria 1.jpg

tragédia humanitaria 2.jpg

 

TRAGÉDIA HUMANITÁRIA
*
a ganância projectou a derrocada
disseminou o caos
desequilibrou o periclitante equilíbrio
e deixa encurralada
gente como nós e crianças somos maus
se permitimos o livre arbítrio
*
ouço os gritos aflitos tão dilacerantes
de dor de frio e de fome
de pessoas jogadas como armas ofensivas
por mentes indignantes
importadas por criminosos com nome
ante olhadelas permissivas
*
o homem o maior predador do planeta
prepara mais uma façanha
o genocídio da mulfidão desesperada
ante a passividade de quem lamenta
sem poder para travar a artimanha
dos obscuros domínios da desumanidade assanhada
*
apelo à consciència pura da Humanidade
porque estamos perante o abismo
desenraizados de Paz de Amor
na ilusão de escravos plenos de liberdade
feridos de indiferença e egoísmo
que cesse em todo o mundo este terror
*
o clima transborda provocante o ódio avança
ou sustemos a agressividade
todos juntos cada povo a activar a consciência
por Amor que seja duma criança
ou resvalamos no vácuo da infelicidade
embrulhados na nossa demência
*
que o meu grito perfure a insensibilidade
dos insidiosos poderes ocultos
que numa dinâmica absurda dominam o mundo
porque sou Humano salvemos a Humanidade
e toda a fauna e flora quero ouvir os vossos gritos
num só grito mais profundo
jrg
fotos públicas tiradas da net
02
Jan21

RESPIRAR POESIA - A CATARSE IV * EXORTAÇÃO DA PAZ DO AMOR E DA HUMANIDAE!!!

romanesco

Mar Grosso 30.jpg

foto jrg

RESPIRAR POESIA
A CATARSE IV
*
EXORTAÇÃO DA PAZ
DO AMOR E DA HUMANIDAE
*
exorto as consciências Humanas
a cultivarem a Paz
a insurgirem-se contra o Êxodo
de migrantes pela fome
e de refugiados pela pandemia da guerra
*
exorto as consciências Humanas
a partilharem Amor
por onde houver ódio raiva ganância
façamos do Amor a ponte
que dê a todos a dignidade de existir
*
exorto as consciências Humanas
a Serem conscientes
da dimensão da sua própria Humanidade
a manterem intacta a natureza
não consumindo dela mais que o necessário
*
de mãos dadas pela vida fora
irmãos Amigos Amantes
construiremos antes que o caos nos destrua
um mundo justo e mais equilibrado
onde seja possível respirar cantando a poesia
jrg
foto jrg

 

05
Mai20

ANSEIO UM NOVO ILUMINISMO OU O RENASCER DA ESPÉCIE HUMANA

romanesco

 

solidão- Carvãode Nuno Gonçalves.jpg

Desenhos de Nuno Gonçalves

ANSEIO UM NOVO ILUMINISMO
OU O RENASCER DA ESPÉCIE HUMANA
*
como o homem primitivo
faço caçadas furtivas
caço numa grande superfície
passo rápido olho vivo
que o vírus não vai em cantigas
e o medo é próprio da espécie
*
a máscara protege-me o rosto
a lista de compras atenua a demora
percorro os corredores a correr
os olhos à procura do que preciso e gosto
as mãos ágeis como quem chora
sabendo que o tempo não é para perder
*
o carro cheio carrego os sacos
limpo-os com desinfectante
arrumo-os na viatura de transporte
perdi a lista esqueci os trocos
limpo os sapatos o casaco a mente
e rumo à toca mais a norte
*
a máscara aperta quase me sufoca
o corpo sua pelo medo agitado
regresso ao silêncio do confinamento
limpar os produtos que o vírus provoca
sinto a falta do mar alterado
com a pandemia colada ao pensamento
*
às vezes vagueio na raia da loucura
rompo o silêncio grito
mas ninguém me responde nem o vento
as notícias aumentam a amargura
os pássaros no quintal o cão o tempo infinito
sufoco na inquietude do pensamento
*
o mundo afunda-se num turbilhão
falham as comunicações
gente indiferente corrompe a ordem estabelecida
resisto a romper a barreira do paredão
onde o mar me espera para descarregar emoções
a organização da vida desmorona-se vencida
*
depois da tempestade vem a bonança
dizem todos os povos na sua ancestral sabedoria
não quero ditaduras nem ditadores
que o mundo e a vida renasçam como uma criança
o homem e a mulher na mesma sintonia
sem ganância sem guerras nem usurpadores
*
uma só língua uma só nação na terra
chamem-lhe Pátria ou Mátria eu chamo-lhe Humanidade
onde não há lugar a injustiça ou abandono
com normas incutidas que valorizem a paz em vez da guerra
que valorizem Amor e a mais ampla liberdade
a humanidade somos todos e livres sem grades nem dono
*
anseio pelo renascimento dum novo iluminismo
sem o servilismo a deuses e tecnologias
quero saber quem sou o que sou e o sentido que faço
quero ser um elo do todo sem absolutismo
de seitas secretas de facções ou obscuras confrarias
quero viver a vida a cada passo
*

jrg

25
Abr20

SER OU NÃO SER LIVRE

romanesco

liberdade.jpg

foto pública tirada da net

*

SER OU NÃO SER LIVRE

*

Somos Liberdade?

um ser nasce

agarrado ao cordão umbilical

cresce aos tropeções

quando cai e se magoa

chama pela mãe

e é um elo mais na cadeia

a que se agarra

pela vida fora elo que o sustenta

copia as lições brilha na escola

vende a imagem no emprego

vai à bola bate na mulher

arranja amantes que o amarram ao prazer

às vezes pensa

mas o algoritmo de ter é mais forte

e cede à liberdade

até ao fim da existência

quando morre

quer fugir mas já não pode alcançar

a liberdade

*

ser livre é bastar-se bastando

sem ter nem haver

é ser simplesmente existindo

sem medos nem segredos

cultivando a Paz o Amor a humanidade

na plena aceitação da natureza

jrg

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Links

excelência

<a href="http://astrid-annabelle.blogspot.com" target="_blank">

amigos

Arquivo

    1. 2023
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub