Quinta-feira, 12 de Abril De 2012

PORTUGAL DETIDO E SOB VIGILÂNCIA ELECTRÓNICA !...

 


PORTUGAL DETIDO
SOB VIGILÂNCIA ELECTRÓNICA
*
esta gente
que hoje se governa à vista
em Portugal
não existem são um pesadelo
cinco deles
são sinistros como os abutres
Gaspar Coelho
Relvas Portas Paulo Macedo
os outros
são parte tenebrosa do enredo
*
um presidente caduco 
no sistema  falido semi feudal
floresce no engodo
que corrompe a parte publica
sindicatos
foros comuns e constitucionais
partidos engajados
sem alma submersos na história
à procura
de serem um dia maré d'ocasião
*
depois há um certo povo
a viver outro país em paralelo
a desenrascar-se 
deste jogo sórdido da ganância
livre d'impostos
mais esperto que os chacais
biscates drogas favores
coisas da terra ou do mar a sobreviver
às vezes caem do céu ideias novas
que calam astutamente
*
então vieram uns lunáticos
que amarraram Portugal ao seu destino
servidos por lacaios cheios de vento
detiveram o país declarando-o insolvente
e assim está parado
há meses sob vigilância electrónica
declararam ricos
sendo tão de tanto pobres a uns tantos
a quem cortaram rendimentos
lançando uma cruzada contra quem trabalha
*
se o que está dar é a paralela
o povo não estrebucha deste tratamento
uns por ignorância outros por medo
não saem a terreiro acreditam na valência
de viver esta aventura
como cristãos novos perseguidos a seu tempo
já então eram culpados
perante a inquisição e quem gere os seus condados
pobre "povo nação valente..."
por tão torpes governos desgovernados
autor: jrg
publicado por romanesco às 23:27
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 06 de Abril De 2012

SUICÍDIO DUM HOMEM VELHO ROUBADO PELO ESTADO!!!

“O governo de ocupação de Tsolákoglu¹ destruiu literalmente todos os vestígios da minha sobrevivência, que se baseava em uma pensão 
digna, onde eu estive pagando por 35 anos (sem apoio do Estado).
E como que eu tenho uma idade que não me permite uma reacção combativa (certamente sem excluir essa possibilidade; Se apenas uma 
pessoa pegasse uma Kalashnikov, o segundo seria eu), não consigo encontrar outra solução, salvo um fim decente, antes de começar a 
procurar comida no lixo para se alimentar.
Creio que os jovens sem futuro vão pegar em armas e vão enforcar aos traidores nacionais de cabeça para baixo na Praça Syntagma, como 
os italianos fizeram com Mussolini em 1945, na Praça Loreto, em Milão”.
nota: tradução copiada do blog da Agência de Noticias Anarquistas...

***

***
*
SUICÍDIO DUM HOMEM VELHO
ROUBADO PELO ESTADO
*
à sombra de uma árvore
frente ao parlamento imponente
na mão uma mensagem
numa outra a pistola sabe-se lá de quem
um homem só que coragem!!!
enfrenta o mundo inteiro numa nação
de peito aberto e mente acusadora
*
fez um contrato com o estado
pagou acreditando no retorno sem duvidar
que o governo é a parte do ladrão
concebido para manter a ilusão de protector
mantendo a rédea curta aos cidadãos
dispondo dos seus bens activos e vidas pessoais
em nome dum platónico estado d'emergência
*
para o estado ele era rico sem ter nada
como não contabiliza o fisco
os nossos gastos fixos quando nos onera com impostos
indignou-se moeu a mente meditando
ser roubado assim por quem mais confiava...
corte na pensão aumentos colossais nas prestações de viver
entrou em depressão era matar ou morrer
*
antes morrer por si que por mão do usurpador
ali mesmo em frente à sede do poder
numa das mãos a carta acusadora ao sistema
na outra a verdade nua e crua da sentença
sob um presságio de revolução eminente pela rotura
dos jovens traídos por esta ditadura
pum...não me levam nem mais um euro de pensão...
*
o resto fica reduzido à hipocrisia
das condolências apresentadas pelos assassinos
há quem fique encolhido a ver se escapa
mas a hora meus amigos é de cerrar fileiras
isto aconteceu na Grécia e acontece no silêncio em Portugal
há algo valioso que podemos exportar
a luz do pensamento que ajude a libertar a escravidão
*
autor: jrg
 
(pária...apátrida...cidadão da MÁTRIA em construção...)
sinto-me: indignado
música: Os Vampiros-Zeca Afonso
publicado por romanesco às 22:48
link do post | comentar | favorito
Domingo, 19 de Junho De 2011

O PAÍS ONDE EU NASCI !...

O PAÍS ONDE EU NASCI
«««//»»»
*
o país onde eu nasci e habito
tem um clima saudável
ainda que um povo bem triste
sempre queixoso do árbitro
gente humilde tão prestável
que à pobreza resiste
fazendo do pobre erudito
*
o país onde eu nasci e sou vivente
tem o mar por horizonte
serras e vales deslumbrantes
um povo inteligente
mesquinho se lhe vão à fonte
iroso com os farsantes
amigo de quem na alma o sente
*
o país onde eu nasci em crescendo
tem elites medíocres
educadores sem brio nem ambição
sabem de tudo não conhecendo
são da eficácia predadores
promulgam o caos como evasão
são seres absolutos não sendo
*
o país onde eu nasci e sou pensante
tem uma história um destino
se humildemente reconhecer seus valores
se almejar de si próprio ser amante
desbravar na consciência o feminino
que é o criador dos seus amores
talvez se continue e vá avante
*
o país onde eu nasci e me feneço
tem a liberdade limitada ao capital
gente que vive entre o desespero e a esperança
se penso assim é porque não esmoreço
ainda que o abismo pareça ser fatal
renasço em cada sorriso duma criança
faço por ser aquele que não pareço
*
o país onde eu nasci e sou amante
é velho anquilosado e sem vergonha
paga a quem copia a vida quase de graça
promulga a criação como aviltante
quando alguém propõe erradicar toda peçonha
agarra que é ladrão se a nossa sorte traça
no baixio da maré sendo vazante
*
o país onde nasci e vou em breve morrer
de mal dizer é protestante e laico
embrulhado numa história de invertidos valores
amotinado quando se trata de fazer
ergue-se das ruínas do mesmo modo prosaico
com que se humilha perante seus tutores
só me resta já olhar d'além o que vai acontecer
*
autor jrg
sinto-me: do lado de fora do tempo
música: Mafalda Veiga
publicado por romanesco às 21:39
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 16 de Junho De 2011

ESCRITOS À MARGEM DA GUERRA !....ARMADILHAS !!!

«««///»»»
*
porque me escolhias
sempre eu e não um outro
eu que te dissera
sou pacifista
que me esforçava por sobreviver
à violência
nas entranhas da guerra
posto do lado de fora
pela consciência?...
*
no silêncio
apenas os mosquitos
a respiração suspensa
os fios de ligação
à espoleta de falsa segurança
as árvores milenares
e olhos de animais absurdos
espiando os movimentos
dos dedos em volta da granada
*
hoje penso
na similitude fantástica
dos que tecem a armadilha da noticia
o mesmo carácter desviante
o inimigo é o homem
os fios invisíveis que se ligam
que ferem e matam
quando despoletam a figura da bomba
feita de palavras
*
uma granada suspensa
dum lado e do outro do caminho
dissimuladas entre a folhagem
e um fio de morte por entre o restolho
de pétalas vencidas
o gesto preciso o coração em pausa
pé atrás retirar não tocar nada
ele agarra o fio... vai... diz
e segue-me de olhos fixos
*
ali fica a linha fatídica
à espera que nela tropecem
um homem uma mulher uma criança
saídos da sombra da floresta
confiantes da terra a sua que pisam
uma gazela um macaco
ouvia-se o estrondo no recato do quartel
iam ver
se era gazela traziam para comer
*
hoje penso
as palavras orquestradas
urdidas no enlace dos enredos
de caso forjados
no seio de interesses contraditórios
que visam eliminar os mais audazes
que lhes cruzam os caminhos
onde se aninham
medíocres sem chama nem brilho
*
porquê então eu
companheiro de tanta desventura
a pesar-me a consciência
a marcar-me como um ferrete indelével
a morte de alguém por indigência
minha tua
e tu dizias como se nada fosse
porque és calmo... só confio em ti
na ignóbil dimensão humana em que nos acho
*
autor: jrg
sinto-me: desconfortável
música: batuque africano
publicado por romanesco às 01:24
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 10 de Junho De 2011

HOJE É DIA DE PORTUGAL!...

 

{#emotions_dlg.gay}

«««//»»»

*

já foi dia da raça
 movimentou paradas militares
 discursos de exaltação
 a iluminar desígnios como quem traça
 caminhos preliminares
 que elevam o povo humilde da nação
 orgulhoso em forma de desgraça

*

hoje é dia de Portugal
 não já só império mas um mundo
 de comunidades disseminadas
 por onde a palavra insidiosa frugal
 aviva o desejo mais profundo
 de elites convulsivas amedrontadas
 que lhes sequem onde medra o pantanal

*

a minha condecoração
neste dia de pretenso orgulho nacional
 vai para aquela mãe envelhecida
 que se entrega inteira d'alma e coração
 se endivida olhos no chão na luta desigual
 para salvar o filho em cada recaída
 antes que droga ou morte apague sua paixão

*

a minha condecoração
 vai para aquela mulher vitima dos conceitos
 que geram contra ela infinita violência
 ornada para enfeite do ódio em gestação
 desde que nasce para ser de amores perfeitos
 que aviltam a sua consciência
 e a condenam à mais vil submissão

*

a minha condecoração
 neste dia da oratória banal cheia de recados
 vai para o vagabundo sem rumo
 que nos olha sopesando a nossa dimensão
 de nós altivos a coberto do medo desassossegados
 envolvidos num ter efémero que cai a prumo
 de que somos o modelo em extinção

*

a minha condecoração
 vai para o amor sem limites dos amantes
 que não sendo um país são a alma humana inteira
 a que faz do silêncio a sua projecção
 a que se indigna por ser o isco dos tratantes
 porque amar é ser maior que a comenda
 no brilho onde o espavento marca a distinção

*

hoje é dia de Portugal e da poesia
 porque é de Camões a epopeia que cava o drama
 onde navega e naufraga este país
 não há arrais que saiba marear toda a maresia
 todos de terra como então tecem a trama
 não há na natureza quem abjure assim sua raiz
 até que alguém nos cale por heresia..

 

autor: jrg

publicado por romanesco às 22:07
link do post | comentar | favorito
Sábado, 04 de Junho De 2011

O VOTO...A REFLEXÃO...VOTAR!...

O VOTO...A REFLEXÃO...VOTAR!...

***//***
estou no final desta enorme confusão
dizem que o voto é uma arma de arremesso
mas sendo eu pacífico não voto contra ninguém
voto a favor do projecto que me toque o coração
na esperança dum humanismo que conheço
onde a paz e o amor não se diluem
*
desde há seis anos o ódio em crescendo
debitando insulto e calúnia sobre um homem só
na minha consciência tão violentada
cresce um sentimento novo na alma apetecendo
ao sentir que a brisa levanta todo pó
que assenta nos sofistas como luz na madrugada
*
penso na utilidade de votar em prol da esperança
sem certezas mas convicto da maturidade
dum jardim onde rosas vicejam nas pétalas aromadas
passo ao lado dos que clamam vingança
olho de frente os que se aliaram à ignara castidade
e vejo um homem que sorri às farpas afiadas
*
"
eu que fui contra :
»
_a extinção dos povos Incas
por pura ganância de ter riqueza
»
_a destruição dos segredos guardados na torre mítica de Babel
por pura ignorância da barbárie sedenta de poder
»
_a razia maciça da Amazónia e seus autóctones
por pura abstracção de inteligência
»
_a deflagração da bomba de Hiroshima
por puro desespero de quem se arroga o direito de vencer
»
_a mortandade das gentes Africanas
por pura estratégia das divisões neles induzidas
»
_o genocídio de Judeus Croatas ou Palestinianos
por pura arrogância e aventura das consciências
»
_a morte de Francisco Sá Carneiro
por pura denegação aos seus princípios e valores
»
_o abate de Sadam como acto final dum espectáculo deplorável
por pura vingança dos seus criadores de conveniência
»
_o terrorismo lançado contra Ossama, em directo
por puro silenciar da conspiração de outras mentes criminosas
»
_a condenação de Damião de Góis e os livros queimados na fogueira
por puro medo de concepções religiosas já então obsoletas
»
-a guerra colonial Portuguesa e a história idílica das descobertas
por pura sonegação dos direitos de humanidade
»
_a ditadura..todas as ditaduras...
por pura colectivização do pensamento
»
_a perseguição...o ódio intolerante a José Sócrates
por pura insolvência de ideias das mentes e interesses que ele afrontou
"
*
reflecti sobre a tragédia humana
que neste fim de mundo me e nos acontece
a ver gente erudita cheia de certezas
porque sou do amor a paz que dele emana
porque acredito que o sendo é a catarse
olhei as doces rosas e votei nelas tão surpresas
*
autor: jrg
sinto-me: convicto
música: Hoje é o primeiro dia do resto das nossas vidas-Sérgio Godin
publicado por romanesco às 19:07
link do post | comentar | favorito
Sábado, 28 de Maio De 2011

HÁ UM HOMEM À ESPERA DE VENCER !...

HÁ UM HOMEM À ESPERA DE VENCER

há um homem corajoso na praça
que enfrenta o coro da multidão
diz-se inocente da injúria e da soez trapaça
daqueles que lhe chamaram ladrão
**
há um homem que olha de frente
a um por um sorri esperançoso
que alguém na praça sua força aumente
contra os que lhe chamam mentiroso
**
há um homem sem medo confiante
a remar na praça sem maré
que aponta à multidão o erro gritante
embriagados de ódio e falsa fé
**
há um homem que se reclama de interface
entre o velho e o novo humanismo
que por si só concentrou a avalanche
dos que defendem o anarco-liberalismo
**
há um homem competente sendo evidência
que a propaganda sórdida quer calar
ele espera do pensamento a consciência
da multidão atiçada para o arrasar
**
há um homem vitima de histeria colectiva
numa praça de gente irada pela ilusão
tem uma rosa na mente que agita voz emotiva
escorre-lhe um fio de sangue do coração
**
há um homem que recusa deixar-se vencer
que alimenta no sonho a esperança
de ser a luz diáfana dum novo amanhecer
sentido em cada sorriso de criança
**
jrg

sinto-me: confiante
música: Sérgio Godinho...Hoje é o Primeiro Dia...
publicado por romanesco às 11:49
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 26 de Maio De 2011

NOVA APOLOGIA DE SÓCRATES!...

NOVA APOLOGIA DE SÓCRATES!...

***
não sigo nem adoro ídolos
sou profundamente convicto dos sensores iónicos
o que me move aqui é o ver todos os díscolos
a ferrar o dente num homem de valores harmónicos

1

**
-a mediocridade dos valores assentou praça em Lisboa!...
-Sócrates promoveu o limite de pobreza para 400 euros!..

**

tudo o que está mal neste país ... (Portugal)
é culpa de Sócrates e dos Socialistas
é a face da estultícia quem o diz
dos que manipulam as mentiras patriotistas

2

**
querem que tome a cicuta...se esfume...porque resiste à mediocridade!...
Sócrates promoveu a "ignorância", através do programa "Novas Oportunidades!...
 
 **
a história é assaz repetitiva
desde que se relatam os acontecimentos
desde a alegoria de Eva tão lasciva
seduzindo Adão contra os mandamentos

3

**
-logo que pisou a arena insinuaram que era Gay!...
-Sócrates promoveu mais igualdade, contra os preconceitos...lei do aborto...lei dos casamentos homossexuais!...

**
 passando pela Santa inquisição
a culpa de todo o infortúnio era da heresia
todo o ser que não fosse de prática Cristão
seria o fruto proibido da pura fantasia
4

**
-espiolharam as suas credenciais académicas!...
-Sócrates promoveu à responsabilidade a classe docente, pelo atraso cultural endémico do povo Português!...
 
**
lembro a ridícula fórmula do estado novo
"quem não for por nós é contra...é comunista...
gente que subverte e adultera o povo
regurgitando a sua vertente  patriota pacifista

5

**
-tentaram envolver o homem nos negócios sujos do Freeport!...
-Sócrates promoveu a distribuição de medicamentos genéricos grátis, enquanto pôde, pelas pessoas de rendimentos insuficientes!...

**
 o vento que sopra é de induzida mudança
não traz a mutação anunciada
não é moldável como a mente duma criança
é furacão selvagem que traz ao centro a derrocada

6

**
-perseguiram a sua vida íntima, na árvore genealógica e nos amores!...
-Sócrates promoveu as alternativas energéticas ambientais!...
 
**
ninguém pode ser justo se o ódio brame
até mesmo as feras fazem pactos de nobreza
só alguém de mente e alma insane
pode almejar a morte à humana natureza

7

**
-acusaram-no de querer espiar o presidente!...
-Sócrates promoveu os medicamentos genéricos...afrontou poderes de farmácias e laboratórios!..

 **
o que está para vir é de outra dimensão
e não está ao alcance inepto da mediocridade
faz mal o povo que não atenda à razão
de um só homem ser a vitima de tal ferocidade

8

**
-foi alvo de escutas para o envolverem nas teias da corrupção!...
-Sócrates promoveu o diálogo e o entendimento...deu a outra face à agressão...resistiu ao oportunismo!...
 
**
Sócrates é fixe pode ser um slogan afectivo
que liberte da pressão o alvo do ódio encarniçado
é bom também lembrar o que fez de positivo
a tanta gente rica e pobre que já virou passado
 

9
**
-afrontaram-no, em público, com o estigma de mentiroso!...
-Sócrates promoveu melhor saúde para os Portugueses...a realidade suplanta a onda da calúnia!...
 
 **
insinuaram que era como Hitler obsessivamente obstinado
e ninguém proibiu o energúmeno catedrático
vejam bem como foi o Coelho da Madeira silenciado
por ofender o imperador da Ilha intocável de lunático
 

10
**
-é indescritível o volume das palavras de destruição maciça utilizadas para abater um só homem, sem qualquer pudor de ética...
-Sócrates mostrou ser um homem de extrema coragem...tem um olhar sereno de esperança...e um sorriso que cativa confiável...
 
 **
se não é intolerância de meninos mimados
que pretendem ocultar à humana consciência
que de há muito são globais as regras que regem os estados
o que é ... senão propósitos obscuros de reduzir um povo à impotência
 

11
**
- inventaram que queria tomar de assalto a TVI!...se ele fosse ao menos um ditador!...
- Sócrates promoveu o homem Português...permitam-lhe o mérito de calar o alarido do descrédito!...
 
 **
intentaram moções de censura
desceram aos níveis mais baixos da arrogância
uniram forças estranhas contra natura
perdidos no mais profundo da medíocre abundância
12
**
- culpam-no de ter levado o país à beira da bancarrota!...
- Sócrates promoveu a revolução tecnológica...a inovação e a modernidade dos Portugueses!...
autor: jrg
sinto-me: rumo ao norte
música: hino à alegria
publicado por romanesco às 00:09
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 24 de Maio De 2011

GALERIA DE POLITICOS... - VII - UMA LEITURA POÉTICA NOS LÁBIOS E NOS OLHOS DE...JOSÉ SÓCRATES!...


imagem pública tirada da net
José Sócrates…PS
***
Quando alguns dias depois de se nascer
Os olhos se abrem a todo  o mundo
Começam desde logo cedo a perceber
O vagido dos lábios mais profundo
**
O que estes olhos a mim transmitem
lealdade firmeza  e atenção devida
coragem frontal contra os que aviltem
a inteligência de mistérios repartida
**
 não há aqui um sorriso explicito aberto
talvez porque o momento  é de contenção
o brilho que traduz o todo em concerto
é de alguém que sendo povo é da nação
**
estes olhos não se iludam não mentem
antes confiança e bonomia inspiram
são da alma que sente os que o sentem
aqueles que ao olhá-lo nele confiam
**
estes olhos não são de um criminoso
nem os lábios se contraem na insídia
vejo neles uma imagem de ser ditoso
que enfrenta da calúnia a vilania
**
estes olhos não fomentam corrupção
são olhos que apelam a cerrar fileiras
a fins de apelar à alma e ao coração
contra o império das industrias financeiras
**
nestes lábios nestes olhos boa gente eu vislumbro
uma luz que resplandece na esperança
que serenamente se eleva ao rubro
ao pressentir a nova  humanidade na mudança
**
autor: jrg      
sinto-me: esperança
música: vejam bem!..Zeca Afonso
publicado por romanesco às 23:47
link do post | comentar | favorito
Domingo, 22 de Maio De 2011

GALERIA DE POLITICOS...- VI - UMA LEITURA POÉTICA NOS LÁBIOS E NOS OLHOS DE...PAULO PORTAS!...

 foto pública tirada da net
Paulo Portas..CDS/PP
***
O que estes olhos me significam
É de alguém que não se acomoda à frustração
De ser modelo em que outros nidificam
E que esconde a alma bem dentro do coração
**
Nos lábios aflora um sorriso cínico
A mando de quem o olhar se torna insidioso
Que personagem o traveste sendo único
A mover-se entre a culpa e o culposo
**
Os lábios crispam-se em tiradas oratórias
Os olhos fecham-se miudinhos
Que frustrações não se vão em moratórias
É preciso medir bem o contorno dos caminhos
**
Destes olhos só se espera rectidão
Não a que espalha amor e humaniza a justiça
Mas a que impõe que se corte o coração
A quem trocar a pátria pela humana e sã cobiça
**
Estes olhos são de fera espicaçada
Ninguém é por si só bastante fora do contexto
A liberdade que tem de fora da alçada
Usa-a para acirrar seja o que for a vil pretexto
**
Fixo-me neles a ver da alma sagazes
A procurar sentir dentro alguma identidade
Que me mostre serem de amar capazes
De fora das palavras onde avulta insanidade
**
Mas quem sou eu mero aprendiz de poetar
Ledor de sina através destas olheiras
Se os lábios se cerram e escumam a lavrar
Demagogias antigas nas ombreiras
*
autor: jrg
sinto-me: expectante
música: Vampiros...Zeca Afonso
publicado por romanesco às 12:13
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim

pesquisar

 

Fevereiro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

últ. comentários

  • Obrigada, meu amigo... acredite que estou a fazer ...
  • Um abraço também amiga, hoje é seu dia de ser meni...
  • Olá Rosa Fogo, minha amiga...que admiro desde que ...
  • Olá Nelson Moniz...lindo comentário, amigo, que am...
  • meu amigoli alguns poemas e passei uns bons moment...
  • Um abraço grande e fraterno para si!
  • Lindíssimo poema. Parabéns!A infância é eterna em ...
  • Boa tarde minha querida amiga poetaporkedeusquer.....
  • Boa tarde querida amiga Fernanda Cardoso...leio en...
  • Fabuloso poema, amigo João R. Gonçalves! Fabuloso!...

mais comentados

links

blogs SAPO


Universidade de Aveiro