DEMÊNCIAS...

 

foto:pnb.blogcindario.com

 

 

***

quando o homem se revê

do lado da anormalidade

sem respostas ao porquê

da normal insanidade

 

é louco passou-se maluco

tem total impunidade

sorrateiro só toma o suco

passeia-se pela cidade

 

ninguém sabe o que pensa

se na dimensão da mudança

o louco tirou avença

para ser sempre criança

 

ser na loucura mutante

todo o mal que subsiste

não é do louco aviltante

mas do normal que existe

 

o poeta quase doido e pensativo

olha com estranha doçura

o gesto o tique depressivo

da insane criatura

 

pensa nos loucos do mundo

condenados ao degredo

vivos em coma profundo

apenas porque temos medo

 

desta selecção anormal

ser louco não é certeza

é até bem natural

seja louca a natureza

 

autor:jrg

sinto-me: louco
música: U2
publicado por romanesco às 22:39
link do post | comentar | favorito